0
0
0
s2sdefault

ATUALIZADA DIA 26/OUT

ÁGUA BOA – O material semelhante a piche, continua no terreno mesmo após o acidente com a cachorra.

O terreno onde foi encontrado o material é aberto, e sem controle ambiental. Dos tanques escorre o produto que chega até um terreno particular cercado apenas com cerca de arame. Apesar de não ter havido análise técnica para averiguar se o produto é piche, o material se assemelha muito à essa substância

O QUE É O PICHE?
Substância resinosa, de cor negra e muito pegajosa, que se obtém a partir da destilação do alcatrão ou da terebintina.

Na maioria dos casos o piche é obtido através do alcatrão.

O QUE É ALCATRÃO?

Fração pesada da destilação do carvão vegetal ou mineral que se compõe de vários hidrocarbonetos aromáticos.

Usado como desinfetante, matéria-prima para inseticidas, corantes, fármacos etc. Presente no cigarro, no asfalto de rodovias, nos agrotóxicos e em alguns cosméticos, o alcatrão de carvão, também conhecido como alcatrão de hulha, é extremamente prejudicial à saúde humana e ao ambiente. O alcatrão de carvão é um produto do processamento do carvão.

Nele é possível encontrar inúmeras substâncias associadas ao surgimento de câncer, como fenóis, hidrocarbonetos aromáticos policíclicos (PAHs), enxofre, aminas aromáticas, benzeno, arsênio, cádmio, níquel e cromo.

 

=================

 

ATUALIZADA AS 13:40:00

ÁGUA BOA – A cachorra encontrada na poça de material semelhante a piche, teve recentemente mais de 8 filhotes, que se encontram para a adoção, quem tiver interesse em ajudar, entrar em contato com Andressa Rodovalho do grupo ‘Movimento Resgate dos Animais’, pelos telefones: (66) 9.9923-0704 ou (66) 9.8463-3184.

As imagens das câmeras de segurança que ficam em uma empresa ao lado do lote onde a cadela foi encontrada, comprovam que a cachorra caiu na poça sozinha, não foi jogada.

Como o material estava mole e pegajoso, ela entrou em contato e acabou se afundando cada vez mais, sem conseguir sair.

Pela data e hora registradas nas câmeras, o animal caiu por volta das 15hrs do mesmo dia que foi encontrada, terça-feira (23/OUT).

Todas as informações sobre o caso, estão a baixo.

 

========================

 

ATUALIZADA DIA 25/10/2018 

Cachorra 1 ÁGUA BOA – Ontem foi concluída a retirada de 'piche' que havia em uma cachorra resgatada na noite de terça-feira no setor Industrial em nossa cidade.Cachorra 2

A cachorra está se alimentando e caminhando normalmente. A informação é da voluntária Sandra Nascimento Carvalho, do Movimento Resgate de Animais. A cachorra permanece na clínica, passará hoje por exames e possivelmente por cirurgia para retirada do rabo fraturado.

A cachorra foi encontrada na noite de terça-feira em uma poça de substância análoga a piche em frente ao Parque de Exposições Antonio Tura.

Nossa reportagem esteve no local e constatou que existe descarte desse material químico em grande quantidade no local, poluindo o meio ambiente.

Fizemos contato com a Vigilância Sanitária e Ambiental do município para saber um parecer sobre o caso. Informaram que tal fiscalização é atribuída ao fiscal de posturas do município, que estava em viagem.

 

 

============================== 

 

ATUALIZADA ÀS 11HS 30MIN do dia 24/10/2018

 

ÁGUA BOA – Os donos da cachorra resgatada do piche ontem, apareceram hoje pela manhã. Eles disseram que a cadela havia saído de casa sem retornar.

A cachorra pariu 10 filhotes há cerca de 40 dias. A família só soube do ocorrido ao ver as postagens das notícias nas redes sociais.

A família, porém, não tem condições de arcar com as despesas do tratamento veterinário. Os filhotes serão colocados para adoção.

 

=========================== 

 

ATUALIZADA AS 10:35hrs

ÁGUA BOA – Nossa equipe retornou hoje ao local onde uma cachorra foi encontrada ontem à noite presa em uma poça de substância análoga a piche. Foi constatado que existe grande quantidade do material espalhado pelo terreno.

Tanques e um recipiente foram encontrados, e deles vazando o material químico. O terreno onde foi jogada a substância não possui nenhuma proteção, o que possibilitou o vazamento do produto contaminante.

Segundo a Vigilância Sanitária do município, a responsabilidade dessa fiscalização é do setor de Urbanismo e do fiscal de postura. Tentamos contato com o setor informado pela Vigilância Sanitária como responsável, porém, o fiscal de postura está em viajem.

Veja fotos do local onde a cachorra foi encontrada. Abaixo das fotos mais detalhes.

 

===============================

 

ATUALIZADA DIA 24/OUT - 08:24:00

ÁGUA BOA - A cachorra encontrada ontem em uma 'poça' de material análogo a piche foi levada para uma clínica veterinária e atendida pela Dra. Flávia.

Parte da substância que estava presa ao animal foi retirada com ajuda de uma solução química e o trabalho de vários voluntários. Segundo informações do 'Movimento Resgate dos Animais', que também está ajudando no caso e tratamento, falta ainda um pouco da substância para ser retirada, e a previsão é que ainda hoje, 24/OUT, seja concluída a remoção.

O estado de saúde do animal é estável, porém, foi identificado que a cachorra está amamentando. O dono da cachorra, e os filhotes não foram encontrados.

O rabo, devido as fraturas, terá de ser amputado. Ela recebeu tratamento a base de antibiótico e antitóxico injetável. O animal ainda, por alguns sintomas, possuí a doença do carrapato e está magra.

Além de terminar a remoção da substância, os próximos passos consistem em tratar a dor e possíveis doenças. Quando a cadela estiver com seu estado de saúde regular para adoção, ela será castrada e enviada para adoção.

 

==========================

 

ÁGUA BOA – Na noite desta terça-feira, 23/OUT, uma cachorra foi encontrada em um lote no Setor Industrial, em frente ao Parque de Exposições Antônio Tura, em uma ‘poça’ de substância análoga a piche.

A substância é utilizada para manutenção de asfalto, ruas e avenidas e aplicação de lama asfáltica.

A cachorra está com a rabo fraturado, a fratura é exposta. Ela estava presa na susbtância parecida com piche (não foi feito análise para ter a certeza do que se trata o material).

cachorra encontradaSegundo um veterinário chamado para avaliar inicialmente o caso, a situação dela é crítica, pois muito material químico aderiu ao corpo do animal e ao tentar retirar, a pele sai junto. Ele também disse que a fratura, parece ter acontecido a mais de 24hrs.

Apesar da gravidade dos ferimentos, e da susbtância estar grudada em mais de 80% do corpo da cachorra, ela está viva e consciente.

Pessoas de uma empresa ao lado do lote que encontraram a cachorra. Foi feita a retirada dela da poça.

Várias pessoas se comoveram e estão tentando ajudar o animal. Andressa, que é representante do grupo ‘Resgate dos Animais’, foi até o local e junto com as pessoas que estavam ajudando, levaram a cadela para uma clínica veterinária para tentar salvar a cachorra.

Andressa diz que os gastos clínicos e cirúrgicos terão que ser custeados com a ajuda de todos e do grupo ‘Resgate dos Animais’.

Quem tiver interesse em ajudar de alguma forma entrar em contato pelo (66) 9.9923-0704.

Veja Também

Esportes
  • 29 Abril 2019
  • Por Walyson Miranda

Gincana Municipal de Querência será nesta 4ª

QUERÊNCIA – Em comemoração ao dia do trabalhador, acontece nesta semana a 24ª Edição da Gincana Municipal. Iniciando as 15h desta quarta-feira (01/05), o evento deste ano acontece no estádio Osvaldo...