0
0
0
s2sdefault

Tamanduá

ÁGUA BOA – O município registrou no ano de 2.018, 12 ataques de animais peçonhentos no município. Os ataques de cobras, aranhas e escorpiões aumentaram em 2.018 sobre o ano anterior. Em 2.017 tinham sido 10 ataques.

Já os atendimentos antirrábicos somaram 94 ocorrências. São os ataques de cães, gatos e morcegos no município. Fastos atípicos também ocorreram no ano passado.

Duas pessoas foram atacadas por porcos selvagens e um morador foi vítima de ataque de tamanduá.

Os números são de Odeny Martins de Assunção Pérego, Coordenadora da Vigilância em Saúde.


ÁGUA BOA – Em 2.018, 67 novos casos de hanseníase foram detectados no município. Outras 14 pessoas foram acometidas de tuberculose. Os casos de leishmaniose tegumentar americana totalizaram 21.

Além disso, 4 novos pacientes foram detectados com o vírus HIV, outros 3 com hepatites virais e mais 7 casos novos de sífilis. Todos os pacientes iniciaram tratamentos recomendados.