• Mega Leilão 2019
  • Anuncie
  • Brasil Escolar

         

0
0
0
s2sdefault

ATUALIZADA DIA 13 MARÇO 2019

 

ÁGUA BOA - O segundo suspeito baleado em confronto com a PM recebeu alta do hospital Regional Paulo Alemão. Trata-se de Márcio, envolvido no assalto ao Aeroporto Municipal.

No dia 23 de fevereiro, cinco marginais tentaram roubar aviões do Aeroporto, mas houve confronto com a Polícia Militar. Dois suspeitos saíram baleados. O priomeiro já tinha reecebido alta e conduzido preso.

Márcio recebeu alta ontem e já foi conduzido para a Penitenciária Regional Major Zuzi. As investigações prosseguem

 

===================================== 

 

ATUALIZADA DIA 07 MARÇO 2019

 

ÁGUA BOA – Segue internado no Hospital Regional Paulo Alemão, o assaltante baleado em confronto com a Polícia Militar, no Aeroporto Municipal no dia 23 de fevereiro. O suspeito Márcio levou um tiro no abdômen, passou por cirurgia, mas segue em recuperação na casa de saúde.

O suspeito está sendo vigiado por agentes de segurança, uma vez que está preso em flagrante. Assim que seu quadro de saúde melhorar, ele será conduzido para a Penitenciária Regional Major Zuzi.

 

============================================== 

 

ATUALIZADA DIA 27/EV/2019

 

Aeroporto 2019 1 ÁGUA BOA – Um dos assaltantes baleado em confronto com policiais militares no último sábado após assalto fracassado ao Aeroporto Municipal, já recebeu alta do Hospital Regional Paulo Alemão.

Ele foi encaminhado para a Penitenciária Regional Major Zuzi, após prestar depoimento na Polícia Civil e passar por audiência de custódia. O segundo suspeito baleado no abdômen apresenta ferimento mais grave e segue internado no Hospital com forte vigilância.

A Delegada de Polícia, Dra. Luciana Canaverde continua investigando o crime. Outras duas pessoas detidas no sábado pela Polícia Militar por suspeita de terem dado apoio a um dos marginais, prestaram depoimento e foram liberados.

Segundo a delegada, os dois suspeitos baleados já possuem antecedentes por furto, roubo e tentativa de homicídio. Cinco pessoas praticaram assalto ao Aeroporto Municipal na noite de sexta-feira e madrugada de sábado, tentando roubar um ou dois aviões.

Os marginais só não conseguiram roubar um avião, pois o mesmo não deu partida. A população pode colaborar enviando informações anônimas ao telefone 197 da Polícia Civil.

 

=========================================== 

ATUALIZADA DIA 24/FEV/2019

 

Ten Cel Gyancarlos Participará hoje do Plantão de Notícias da Interativa, o tenente coronel Gyancarlos Cabelho. Ele dará detalhes da ação policial que impediu o roubo de aviões no Aeroporto Municipal de Água Boa na madrugada de ontem, sábado.

As ações policiais prosseguiram ao longo do sábado culminando na prisão ontem à noite, de um segundo suspeito baleado no confronto. Outras duas pessoas que estavam apoiando e escondendo o marginal no bairro Guarujá Expansão também foram detidas.

A entrevista com o tenente coronel Gyancarlos será apresentada daqui a pouco, às 12hs no Plantão da Interativa.

A polícia já sabe que o plano de roubo foi estudado por cerca de um mês, durante o qual os marginais estiveram em nossa cidade para arquitetar toda a trama.

A ação policial é digna de elogios. Até policiais militares de folga e de férias se apresentaram para reforçar as operações durante o sábado.

 

===================================== 

 

Um dos suspeitos baleado durante confronto com a PM no Aeroporto Municipal durante um roubo de avião, já passou por cirurgia no Hospital Regional Paulo Alemão. O projétil que estava alojado foi retirado.

Já o segundo suspeito baleado segue aguardando avaliação médica. As informações foram repassadas pela administração do Hospital Regional. Ambos estão sendo fortemente vigiados.

 

===============================================  

ÁGUA BOA – A Polícia Militar prosseguiu durante todo o sábado na perseguição aos bandidos que escaparam do cerco no roubo ao Aeroporto Municipal na madrugada de sábado. Após buscar informações sobre o endereço de um dos suspeitos presos no assalto, os policiais militares chegaram até uma residência no Bairro Guarujá Expansão, onde notaram duas pessoas em atitude suspeita.

Um rapaz informou então que no quarto da casa havia um suspeito baleado. Os policiais encontraram o suspeito todo ensanguentado no chão do quarto. O suspeito usava gazes e medicamentos tentando tratar o ferimento.

Ele confessou ter participado do roubo ao Aeroporto e disse que se escondeu logo em seguida ao tiroteio no pátio de um armazém graneleiro. Ele contou aos policiais militares que durante quase um mês, estudaram o plano de ação para praticar o roubo no Aeroporto.

O suspeito ressaltou que receberia R$ 10 mil para participar do crime. Os policiais encontraram no quarto uma mochila e as roupas usadas pelo suspeito no assalto. Como ele estava ferido foi encaminhado para o Hospital Regional Paulo Alemão para atendimento médico.

Uma garota menor e um rapaz que estavam na casa dando cobertura ao marginal também foram detidos e encaminhados para o CISC local.

 

==================================== 

 

ATUALIZADA ÀS 21HS - 

O tenente coronel Gyancarlos Cabelho confirmou que a PM prendeu no começo da noite deste sábado, mais 3 pessoas suspeitas de participarem da tentativa de roubo ao Aeroporto Municipal na noite de sexta-feira.

Um deles participou diretamente do crime e outros dois teriam dado apoio aos bandidos. As investigações prosseguem. DETALHES EM INSTANTES.

 

 

======================== 

 

ÁGUA BOA – Uma tentativa de roubo com reféns foi registrada na madrugada  de sábado (23/fev) no Aeroporto Municipal de Água Boa. Aproximadamente 5 criminosos fortemente armados invadiram o aeroporto, fizeram 2 funcionários reféns e tentaram roubar um avião que seguiria provavelmente para Cochabamba, Bolívia.

A aeronave que eles buscavam não estava no local. Os bandidos fugiram, trocaram tiros com a polícia e um foi preso. A PM encontrou um papel que tinha informações sobre o possível destino do avião.

A Polícia Militar recebeu informação sobre o roubo da aeronave com 5 suspeitos envolvidos na ação. Todos usavam armas longas, fuzis, pistolas e revólveres. Os criminosos invadiram o aeroporto e fizeram duas pessoas que trabalham no local como reféns e começaram o plano de ação para roubar o avião. No momento da ligação para o 190 alguém informou que o avião estaria pronto para decolagem.

No momento em que as viaturas da Polícia Militar chegaram ao local, um veículo saiu bruscamente do pátio do aeroporto. A PM tentou verbalizar para cessar o deslocamento do Ford Fiesta Sedan cor prata. Porém o condutor do carro jogou o veículo em direção a um policial, que quase foi atropelado. A PM afirmou que dentro do veículo tinha pelo menos 4 pessoas. Os suspeitos dispararam contra a guarnição da Força Tática da PM. A polícia revidou e começou a troca de tiros.

Os suspeitos conseguiram fugir com o veículo, mas logo adiante perderam o controle, parando no acostamento da MT-240. Os policiais encontraram o carro ligado com as 4 portas abertas. No local estava um dos suspeitos, 40 anos, nascido em Aragarças/GO. O homem foi alvejado. próximo dali, a PM encontrou um revólver calibre 38.

A PM acionou a ambulância para prestar socorro ao suspeito ferido. Enquanto aguardavam a chegada do socorro médico o suspeito disse aos policiais que ele e seus comparsas estavam fortemente armados e que teriam planejado roubar um avião. Porém, durante a ação algo veio a dar errado e eles decidiram fugir. O suspeito confessou também que eles teriam feito os funcionários do aeroporto reféns e os mesmo estariam amarrados em um galpão. O homem foi levado para o Hospital Regional Paulo Alemão.

Uma das vítimas disse que os suspeitos chegaram no aeroporto por volta das 21h e renderam ele. Afirmou que havia pelo menos 4 suspeitos encapuzados e armados. A primeira vítima rendida foi levada até a segunda vítima pelos bandidos. As vítimas contam que foram agredidas em vários momentos e que os bandidos os ameaçavam de morte. Os suspeitos perguntaram para as vítimas sobre um avião que não estava no local. Os bandidos obrigaram as vítimas a empurrarem outro avião para a cabeceira da pista. Os criminosos reviraram várias salas do aeroporto e levaram alguns objetos.

O avião que eles tentaram roubar estava com defeito, por isso, os bandidos não conseguiram fazer a aeronave funcionar. Os bandidos obrigaram uma das vítimas a tentar funcionar o avião, mas ele não é piloto. Com isso os criminosos levaram as vítimas para uma sala e voltaram para a aeronave tentando decolar com o avião. Neste momento as vítimas conseguiram pular uma janela e fugiram, chamando a polícia.

As vítimas contam ainda que ouviram os suspeitos gritarem anunciando a chegada das viaturas. O veículo usado na fuga é de propriedade de uma das vítimas, que fugiu em direção a um matagal e foi para um auto posto pedir ajuda, onde depois foi encontrado por policiais. A PM conseguiu recuperar objetos que foram roubados do aeroporto. Dentro do veículo foi encontrado um papel com as escritas Goiânia/Cochabamba e ainda as quilometragens marcadas. Foi passado também para a PM de forma anônima que, após a troca de tiros, um dos suspeitos conseguiu sair do veículo e se escondeu em uma empresa de armazenagem de grãos. Os policiais prosseguiram as diligências e encontraram manchas de sangue e uma camiseta com diversas manchas de sangue e outros objetos naquele local.

A Perícia Técnica também foi acionada. As investigações prosseguem.