• Informativo Camara
  • HVA
  • Brasil Escolar

         

0
0
0
s2sdefault

Foto: FacebookQUERÊNCIA - O suspeito de ter assassinado a transexual Lorhany Kalarhary, de 29 anos, na segunda-feira (29), em Querência, alegou que matou a vítima porque foi enganado por ela.

Samuel Almeida Matos, 19 anos, foi preso nesta terça-feira (30), escondido em uma casa.

Ele foi autuado por homicídio qualificado por meio cruel.

O suspeito foi interrogado pelo delegado Michael Mendes Paes e acabou assumindo o crime.

Em depoimento, ele alegou ter praticado o homicídio em razão de ter sido enganado pela vítima. Segundo ele, ele não sabia que se tratava de uma transexual, e se sentiu enganado. Ainda ao delegado, Samuel afirmou que agiu em legítima defesa, pois ao recusar manter relações, Lorhany o teria atacado. Mas, segundo a Polícia Civil, os vestígios e as informações contradizem a versão dele.

Após ser preso em flagrante, o suspeito foi apresentado em juízo e teve a prisão em flagrante revertida em prisão preventiva. O suspeito foi encaminhado ainda na terça-feira para a Penitenciária Regional Major Zuzi, em Água Boa.

Lorhany era cozinheira em um bar em Querência. O crime ocorreu no Bairro Setor F.

Segundo a Polícia Civil, Lorhany foi encontrada pela mãe dela, que pediu socorro. A vítima estava despida, no chão, e já sem vida. Inicialmente os policiais e peritos encontraram nove perfurações de faca em todo o corpo da vítima.

======

Um homicídio foi registrado na tarde desta segunda-feira (29) em Querência. O crime aconteceu em uma residência na Travessa A, Setor F.

A vítima de 29 anos atendia pelo nome de Lorhany Kalarhary, morava sozinha e foi encontrada morta pela própria mãe, que pediu a uma terceira pessoa que acionasse a polícia.

Segundo consta no boletim de ocorrências, a vítima estava no quarto, despida, e com várias perfurações pelo corpo.

O local do crime foi isolado e as polícias militar e civil permaneceram no local, para que não houvesse violação até a chegada da Politec, de Água Boa.

A Polícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) chegou por volta das 19:30 horas. Os peritos informaram que a vítima sofreu nove perfurações pelo corpo, sendo cinco na região do pescoço, duas na lateral esquerda do tronco, uma no peito e uma nas costas.

Lorhany estudava na Escola Estadual 19 de dezembro e era cozinheira no Bar do João Paulo. Ela era uma pessoa bem quista e sua morte causou comoção nas redes sociais de Querência.

A motivação do assassinato ainda não foi revelada, porém a Polícia Civil informou que o autor do homicídio já foi detido e que inclusive confessou o crime. O suspeito está sendo ouvido pelo Delegado Michael Mendes Paes.