• HVA
  • Informativo Camara
  • Brasil Escolar

         

0
0
0
s2sdefault

Dirigir sob influência de álcool

ÁGUA BOA – A Polícia Militar recebeu denuncia anônima de que havia uma Kombi branca fazendo manobras perigosas no trânsito no Bairro Guarujá Expansão. A patrulha da PM localizou o veículo e ao efetuar abordagem, os policiais constataram que ele estava com visíveis sinais de embriaguez alcoólica. O homem nem conseguia caminhar direito. Na Kombi, os policiais encontraram uma garrafa de bebida. A Kombi foi apreendida e encaminhada ao pátio da Ciretran. Atenderam a ocorrência a tenente Rosana e o soldado Jhonny.

Pesca predatória

A Polícia Militar foi informada ontem à noite que havia um suspeito tentando arrombar o galpão da fazenda Nossa Senhora Aparecida, no Vau dos Gaúchos, a 25 quilômetros da cidade de Água Boa. Os policiais se deslocaram até a fazenda, onde após fazer uma varredura, nada encontraram. A viatura se deslocou para a estrada da Serrinha, e perto do Córrego do Vau, encontrou um Fox preto estacionado. Quando os policiais fizeram abordagem, dois suspeitos correram para o mato. Mesmo assim, após um cerco, os suspeitos foram detidos. Eles disseram que estavam pescando. Os policiais encontraram material de pesca predatória, e por isso, ambos foram detidos por crime ambiental. Atenderam a ocorrência os soldados Gomes, Jean, Neris e Gabriel.

Tráfico de drogas

A Polícia Militar foi chamada ao bairro Guarujá onde havia muito movimento em uma residência na Rua 31. Quando os policiais soldados Gomes e Neris chegavam á casa, dois suspeitos saíram correndo. Foram repassadas as características deles para as demais viaturas de plantão. Na casa onde os PM’s permaneceram, havia duas mulheres e um homem. Um deles se identificou como o locatário da casa. Os policiais ficaram na propriedade em vistorias, até encontrar em cima do banheiro, uma cueca e nela, 13 porções de maconha. Os que estavam na casa disseram que a moradora anterior era usuário de drogas e negaram qualquer envolvimento com o tráfico.

Mudança no meio da rua

Moradores do Bairro Primavera chamaram a Polícia Militar, uma vez que vários objetos de mudança estavam no meio da rua. A tenente Rosana e o soldado Jhonny confirmaram a informação. Ninguém na rua sabia dizer a quem pertenciam os móveis (geladeira, máquina de lavar roupa e um guarda-roupa). Posteriormente, Amarildo Aparecido Barros registrou na Delegacia que alguns objetos tinham sido furtados de sua casa e recuperados pela PM.