• Eletrofase
  • Anuncie
  • Brasil Escolar

0
0
0
s2sdefault

Aldeia 6ÁGUA BOA - Com a finalidade de erradicar o sub-registro civil de nascimento na comunidade indígena, o Cartório do 2º Ofício de Água Boa, por sua titular Verônica Fávero Pacheco da Luz, e o Assistente Social, José Antônio Parava Ramos, da Etnia Chiquitano, empreenderam esforços para fazer um levantamento das crianças indígenas que ainda não haviam sido registradas para que fizessem os registros de nascimentos.

Segundo a Oficial do Registro Civil, Verônica Fávero Pacheco da Luz, “o sub-registro é o conjunto de nascimentos não registrados no próprio ano de nascimento ou no 1º trimestre subsequente. O Brasil possui índices muito satisfatórios na erradicação do sub-registro, mas ainda é preciso uma atenção especial com a comunidade indígena”.

No mês de abril, com o levantamento do Assistente Social, José Antônio Parava Ramos, e atuação dos colaboradores do Cartório do 2º Ofício (Orley Pacheco da Luz, Lorena Fávero Pacheco da Luz, Mary Ellen Batista Padilha, Janaina Celestino dos Santos), foram realizados 26 registros de nascimentos de indígenas.

E, no dia 08 de maio de 2019, às 10:00 horas, no Centro da Pastoral da Criança Irmã Cecília, foi realizado um evento comemorativo para a celebração desta ação de cidadania para conferir Registro de Nascimento aos Indígenas Xavantes da Micro-Área Areões do Município de Água Boa e Nova Nazaré – MT, evento organizado pelo Assistente Social, José Antônio Parava Ramos, juntamente com a Equipe do Polo, Enfermeira Anny Caroline de Freitas, Auxiliar Administrativo Luzimar Dias Coelho, Motoristas Joaquim, Reinaldo, Vanderly, Damilton e Valdir,Divino, e também com o apoio das Enfermeiras e Técnicas de Enfermagem que atuam frequentemente nas aldeias.

Outros parceiros que colaboraram para a ação foram o Sr. Francisco dos Santos Magalhães, Funai, o Sr. Agnaldo Lansoni, da Secretaria de Educação, e a Sra. Lúcia Schuster, Coordenadora Regional da Pastoral da Criança.

De acordo com o Assistente Social, José Antônio Parava Ramos, “Essa ação social é a primeira de muitas que virão pela frente, porque temos muitas demandas nesse sentido, e sem dúvida irei lutar para dar continuidade nesse trabalho como forma de garantir o direito e a cidadania dos indígenas em todos os sentidos”.

Aldeias atendidas na Ação: Aldeia Babaçu, Aldeia Serra Nova, Aldeia Tritopá, Aldeia Maire’a, Aldeia Jerusalém, Aldeia Jesus Maria José, Aldeia Cachoeira, Aldeia Lagoa Grande, Aldeia São Cristovan, Aldeia Dois Galhos. (Assessoria)

 

Veja Também

Policial
  • 01 Maio 2019
  • Por Inácio Roberto

PM prende foragido da justiça

COCALINHO - A Polícia Militar em Plena "OPERAÇÃO ESCOLA SEGURA", ao efetuar abordagens, buscas e checagens pelos bairros da cidade, abordou uma pessoa em atitude suspeita. O suspeito C.A.S. de 37...

Cidades
  • 08 Junho 2019
  • Por Michele Soares

13ª Expoquer: A festa continua

QUERÊNCIA – Já estamos na metade da 13ª Expoquer. A festa teve início na quinta-feira (06/06), com a abertura oficial do evento, presença de diversas autoridades de Querência e municípios vizinhos e...