• Anuncie
  • Brasil Escolar
  • Informativo Camara

         

0
0
0
s2sdefault

ATUALIZADA DIA 17 DE MAIO 2018

 ÁGUA BOA – Após denúncias de usuários sobre a qualidade do asfalto e os defeitos apresentados na MT-240, que foi recentemente inaugurada, nossa reportagem novamente visitou o trecho da via que recebeu pavimentação. Na nossa visita anterior feita em 30 de março, constatamos vários buracos na pista. 

Atualmente o cenário do trecho de 13 quilômetros, é pior, se comparado a nossa primeira visita. Entre a Serra da Coinbra até o entroncamento com a MT-414 na região do PA Jaraguá os buracos são maiores, mais profundos e em mais quantidade que no restante da rodovia.

O custo da obra foi de mais de R$ 7,7 milhões de reais, porém, poucos meses depois de concluída, já apresenta vários buracos. Antes mesmo de sua inauguração vários trechos já tinham buracos que exigiram reparos.

Vários motoristas e usuários da MT-240, reclamam da qualidade do asfalto. Nossa reportagem comparou em vários trechos a espessura do asfalto com um dedo indicador. A espessura do asfalto é de poucos centímetros.

Diferente dos reparos feitos antes da inauguração da obra, atualmente não estão sendo feitos os devidos reparos. Sendo assim, a situação só tende a piorar. Pela MT-240 são transportados grande parte da produção da soja, do milho e do gado produzidos no município.

Apesar da gravidade do assunto, não vemos NENHUMA autoridade se manifestar sobre o assunto.

 

============================= 

 

PUBLICADA EM 30 DE MARÇO/2018 - Obra recém inaugurada já apresenta buracos

ÁGUA BOA - A reportagem da Rádio interativa recebeu denúncia de usuários da MT-240 falando que a rodovia recém inaugurada pelo governo do Estado, está enchendo de buracos. O trecho da Serra da Coinbra até o entroncamento com a MT-414 na região do PA Jaraguá. A obra de pouco mais de 13 quilômetros, foi construída nos últimos meses, sob responsabilidade da empreiteira Tripolo. O custo foi de mais de R$ 7,7 milhões. A inauguração ocorreu no dia 17 de fevereiro desse ano, e apenas um mês depois, já está enchendo de buracos. 

Na verdade, nossa reportagem alertou antes mesmo da sua inauguração, que havia trechos comprometidos do pavimento asfáltico apresentando buracos em vários pontos da pequena obra. Infelizmente, o asfalto construído apresenta novos defeitos. Fizemos nova visita ao trecho denunciado na quinta-feira, 29 de março, constatando a veracidade das informações.

Tanto que as imagens registram novos buracos aparecendo ao lado dos remendos já feitos pela empreiteira, na semana da inauguração em fevereiro. Os motoristas usuários da rodovia questionam a qualidade do asfalto, que não resistiu nem à primeira safra de soja que está sendo transportada nessa época. Pela MT-240 deve ser escoada boa parte da produção do interior.

A expectativa é de que nesse ano, sejam colhidas cerca de 8 milhões 290 mil sacas de soja no município (cerca de 500 mil toneladas). Os números são da Associação de Engenheiros Agrônomos. O gerente de logística da empresa Rezende Transportes, Diego Keller, disse que para transportar essa produção, são necessárias 12.500 carretas somente para escoamento da safra da soja. Ainda falta o arroz e depois, os 20 mil hectares plantados com milho.

SOBRE A SUPER SAFRA LEIA REPORTAGEM AQUI:

http://www.iappe.com.br/portal/economia/11385-numeros-recordes-da-safra-atual

A super safra exige estradas e rodovias em boas condições. Porém, a preocupação aumenta com o estado recém inaugurada MT-240. Os caminhoneiros dizem que o alto investimento do governo parece que está indo ralo abaixo, devido ao surgimento de buracos em uma obra recém acabada. Infelizmente, nossas autoridades não se manifestam sobre o assunto.

Nossa reportagem tentou contato com a Secretaria Estadual da Infraestrutura, mas ninguém retornou. No dia da visita do governador à nossa cidade, nossa reportagem também não foi ouvida, já que esse assunto estava em nossa pauta para questionar o governador Pedro Taques.

Aos moradores do interior e usuários da MT-240, resta a esperança de que todo os buracos surjam apenas em alguns pontos, não comprometendo todo o trecho de mais de 13 quilômetros. Afinal, o primeiro trecho de asfalto ligando o bairro Cristalino (BR-158) com a Serra da Coinbra levou muitos anos para apresentar os primeiros sinais de deterioração.

SOBRE MATÉRIA DA PRIMEIRA REFORMA DO TRECHO LEIA AQUI:

http://www.iappe.com.br/portal/internet/9370-concluido-o-asfaltamento-da-mt-240

SOBRE INAUGURAÇÃO DA MT-240 LEIA AQUI:

http://www.iappe.com.br/portal/politica/11298-governador-do-estado-visita-agua-boa-e-inaugura-pavimentacao-da-mt-240