• HVA
  • Brasil Escolar
  • Informativo Camara

         

0
0
0
s2sdefault

BRASÍLIA/QUERÊNCIA – Nesta segunda-feira (12/MAR), os trabalhadores da Empresa de Correios e Telégrafos (ECT) entram em greve. Eles são contrários a mudanças nos planos de saúde como exclusão de pais como dependentes e cobranças de mensalidades. pelos funcionários e a retirada de dependentes dos contratos.

 “Além disso, o benefício poderá ser reajustado conforme a idade, chegando a mensalidades acima de R$ 900",, informou a Fentect, em nota, ressaltando que o salário médio dos trabalhadores dos Correios é de R$ 1,6 mil, “o pior salário entre empresas públicas e estatais”. A greve é por tempo indeterminado.

 

Segundo fontes da agência de Querência, por enquanto, não pararam as atividades da agência. A maioria das cidades do interior também não irá entrar em greve. A responsável pela agência de Querência Lilian Aparecida informa que a decisão ainda pode ser mudada.