• Eletrofase
  • Anuncie
  • Brasil Escolar

0
0
0
s2sdefault

ATUALIZADA DIA 24 MAIO 2019

 

Gustavo Martins Zaqueu ÁGUA BOA – A safra de arroz foi concluída com produtividade de cerca de 50 sacas por hectare. Trata-se da menor colheita de arroz da história do município.

A informação é de Gustavo Martins Zaqueu, da Associação dos Engenheiros Agrônomos do município. Foram plantados cerca de 2.800 hectares com a cultura, redundando em uma produção total de apenas 140 mil sacas de arroz.

O município surgiu com forte vocação para a cultura de arroz, mas nos anos recentes, por várias causas, os produtores preferiram migrar para a soja. Com a queda na produção de arroz, deverão ocorrer diversos reflexos na economia do município.

Já a colheita de milho ainda não começou em todas as lavouras. A expectativa é de colher em média, 95 sacas de milho por hectare. Existem notícias de algumas lavouras rendendo 100 sacas por hectare.

 

==================================== 

 

ATUALIZADA DIA 28 MARÇO 2019

 

ÁGUA BOA – A safra de arroz já foi concluída em cerca de 10% das áreas plantadas.

A informação é do engenheiro agrônomo Antero Cioccari. Ele disse que a colheita pouco evoluiu uma vez que o plantio de arroz em novembro e dezembro passado foi iniciando aos poucos.

O forte da semeadura do arroz foi em dezembro e janeiro. Cioccari salientou que a colheita de arroz vai ser intensificada em abril. O agrônomo disse que a produtividade das primeiras lavouras colhidas não é das melhores, uma vez que a cultura sofreu com o veranico de janeiro.

Durante vários dias faltou chuva e o sol quente prejudicou as lavouras plantadas cedo. Mesmo assim, a produtividade está na casa das 40 a 45 sacas opor hectare. A perspectiva é de que as próximas lavouras colhidas apresentem melhora na produtividade.

Segundo Antero Ciocarri, o arroz de ciclo médio e tardio enfrentou melhores condições climáticas. No atual ciclo, foram plantados cerca de 2.800 hectares com arroz.

 

======================================= 

 

ATUALIZADA DIA 13 março 2019

 

Antero ÁGUA BOA - A safra de arroz já começou nos campos de Água Boa. A informação é do engenheiro agrônomo Antero Cioccari.

Ele disse que as primeiras lavouras estão tendo rendimento de cerca de 45 sacas de arroz por hectare. Cerca de 5% das lavouras foram colhidas.

Como a expectativa é de que foram semeados 2.500 hectares com arroz, significa mais de 100 hectares já colhidos. Antero acredita que com o avanço da colheita, as lavouras mais tardias podem apresentar melhora na produtividade.

Trata-se da menor área plantada com arroz da história do município. Segundo Cioccari, em décadas passadas, o ciclo do arroz sempre enfrentou dificuldades, mas havia produto, mesmo sem ter preço.

"Agora, mesmo que haja preço, não teremos produto colhido no município", destacou.

 

======================================= 

 

ATUALIZADA DIA 07/fev/2019

 

 Área acom arroz caiu 50%

ÁGUA BOA – A área plantada com arroz na atual safra ficou em cerca de 2.100 hectares. A informação é do engenheiro agrônomo Lúcio Adalberto Motta Filho, citando como fonte a Associação dos Agrônomos.

Ele disse que houve queda de 50% sobre os 4.300 hectares ocupados no ano passado com o cereal. Foi o maior tombo na área semeada com arroz na história do município.

A cidade surgiu na década de 70 como grande produtora de arroz e enfrentou várias crises econômicas e graves problemas climáticos. Porém, a conjuntura econômica atual acabou levando os produtores rurais a plantarem mais soja do que arroz.

A colheita do arroz começa no final de fevereiro. A expectativa é de que sejam colhidas até 50 sacas de arroz por hectare, desde que as chuvas prossigam nesse período.

 

======================================= 

 

ATUALIZADA DIA 30/JAN/2019

 

ÁGUA BOA – Nossa reportagem buscou informações junto aos produtores rurais e agrônomos sobre a queda acentuada na produção de arroz no município, prevista para a atual temporada.

Nunca antes os produtores plantaram uma área tão pequena como nessa safra. O município surgiu com a produção de arroz nos anos 70, e a base da economia permaneceu assim até a introdução do gado e da soja em larga escala.

Após o período de colonização do município, as áreas plantadas com arroz chegaram aos 12 mil hectares. Porém, no atual ciclo, haverá redução drástica da área ocupada com arroz. Os produtores e técnicos dizem que o preço da soja estimulou essa mudança, bem como poucas áreas abertas ou reforma de pastagens.

O maior risco na cultura do arroz também tem influenciado a migração para o plantio da soja.

 

============================================== 

 

FOTO: Google/DivulgaçãoÁGUA BOA – Novamente é anunciada uma estimativa de queda na área plantada com arroz no município.

O engenheiro agrônomo Lúcio Adalberto Motta Filho estima que a área total deve fechar em torno de 2.000 hectares. A estimativa para essa redução decorre por diversos fatores, como baixo preço do arroz na safra passada, dificuldade de acesso a financiamentos, alta dos preços dos fertilizantes, e falta de perspectiva de mercado.

A colheita do arroz no município na safra passada rendeu cerca de 225.600 sacas, com uma média de 48 sacas por hectare. A informação é da Associação dos Engenheiros Agrônomos do município. Segundo a entidade, foram plantados na safra passada (2.017), 4.700 hectares com arroz. Significaria 2.700 hectares a menos com arroz, uma queda de mais de 50% em relação a 2.017. Os que deixarem de plantar arroz podem migrar para a cultura da soja ou deixarão a área para pastagens.

No ano passado, já haviam anunciado redução na área plantada com arroz, clique aqui e veja a matéria.

O engenheiro Lúcio, ainda afirma que o plantio está quase que totalmente concluído. A expectativa é que no final de semana já conclua todo o plantio que começou em meados de novembro passado.