• HVA
  • Brasil Escolar
  • Informativo Camara

         

0
0
0
s2sdefault

ATUALIZADA

CANARANA - A energia elétrica retornou por volta das 15hs da tarde de hoje aos municípios do Norte Araguaia. Quase 100 mil moradores ficaram sem luz por cerca de 20 horas, desde a tarde de ontem, por causa da queda de algumas torres de sustentação da rede elétrica de alta tensão.

O sinistro ocorreu entre Canarana e Querência, mas deixou todo o norte Araguaia sem luz. Equipes da Energisa trabalharam durante toda a madrugada para religar o sistema. As informações são da assessora de imprensa Aline da Energisa em Cuiabá.

 

=====================

 

 CANARANA - Fortes ventos atingiram ontem à tarde, pouco antes das 17hs, a linha de transmissão de energia elétrica na região de Canarana. Cinco torres foram danificadas pela ventania, sendo que algumas estruturas caíram. Com o sinistro, o fornecimento de energia elétrica foi interrompido em várias cidades do Médio e Norte Araguaia. Mais de 70 mil pessoas ficaram sem energia elétrica. A Energisa enviou nota de esclarecimento. Confira:

"A Energisa informa que fortes ventos atingiram ontem a região de Canarana danificando cinco torres de distribuição de alta tensão e sete postes. Como a rede que passa pela cidade distribui energia para outros 15 municípios, o fornecimento foi interrompido. Cerca de 50 mil unidades consumidoras foram afetadas.

A enerrgia deve retornar em breve, pois os técnicos trabalharam a noite toda para recuperar o sistema.

Ainda não há previsão para a normalização do serviço. Equipes da Energisa estão mobilizadas desde o fim da tarde para refazer a rede de distribuição de energia, com o apoio das prefeituras de Querência e Canarana. Foram atingidos os municípios de Alto da Boa Vista, Bom Jesus do Araguaia, Canabrava do Norte, Confresa, Luciara, Novo Santo Antônio, Porto Alegre do Norte, Querência, Ribeirão Cascalheira, Santa Cruz do Xingu, Santa Terezinha, São Félix do Araguaia, São José do Xingu, Serra Nova Dourada e Vila Rica. Não há previsão para o retorno do fornecimento de energia" - Assessoria de Imprensa Aline - Energisa)