0
0
0
s2sdefault

ATUALIZADA DIA 30/AGO

ÁGUA BOA – O projeto que altera o Plano Diretor tramitando na Câmara Municipal, foi retirado. A informação é do presidente da Câmara, José Ari Zandoná. Tal projeto está em tramitação desde o dia 02/03/2017. Trata-se de um projeto polêmico que tem como objetivo alterar uma área registrada como industrial para ser área residencial e comercial.

Se aprovado o projeto tal área será loteada. O impasse acontece pois esta área está localizada em frente ao frigorífico JBS, empresa geradora de renda e emprego.

Com a retirada do projeto, por enquanto, a matéria não passará pelo crivo dos vereadores, mas poderá retornar no futuro. Na Comissão Geral da Câmara, a matéria foi alvo de discussões e reprovada por 3x2. Talvez percebendo que o projeto fosse rejeitado, a prefeitura retirou ele da pauta.

 

================= 

 

ATUALIZADA DIA 22/06 

ÁGUA BOA – A divulgação de um projeto que quer ampliar o perímetro urbano residencial para as proximidades do frigorífico foi alvo de comentários nas redes sociais da cidade. Todos os internautas que se manifestaram sobre o assunto, acharam temerário criar um loteamento residencial próximo ao frigorífico, por causa da possibilidade de insalubridade que poderia prejudicar os futuros moradores. O assunto veio à público ontem, quando a Interativa divulgou que o projeto deu entrada na Câmara de Vereadores.

Para piorar o quadro, parece que tem uma pessoa interessada fazendo lobby para convencer alguns vereadores a votar a favor do projeto. Isso não foi confirmado oficialmente pela Câmara. O assunto deve evoluir e ser amplamente discutido pela sociedade. A área próxima ao frigorífico foi destinada para ser área industrial no plano diretor. Projeto mudando essa configuração passou a tramitar na Câmara de Vereadores. O presidente da casa de leis, José Ari Zandoná disse que vai convocar uma audiência pública para ouvir a população.

 

===================== 

 

 ÁGUA BOA – Deu entrada na Câmara de Vereadores um projeto que promete ser polêmico. Trata-se de uma matéria que pretende abrir um loteamento residencial em frente ao atual frigorífico, no bairro Cristalino. Acontece que pelo plano Diretor, aquele setor foi destinado a ser área industrial. Para modificar o planejamento inicial, é preciso que o projeto passe pelo crivo da Câmara de Vereadores.

O presidente do Legislativo, José Ari Zandoná, confirmou o recebimento do projeto de lei. Zandoná afirmou que a matéria tramitará normalmente nesta casa de leis. Ari já avisou que vai convocar uma audiência pública para discutir o assunto com a sociedade. Caberá ao povo se posicionar sobre o assunto.

--– Nossa reportagem foi informada de alguns detalhes do projeto de construção de um novo loteamento na região do frigorífico. Lideranças interessadas no crescimento do município com sustentabilidade fazem diversos questionamentos ao projeto. Essas lideranças estão preocupadas com os possíveis motivos econômicos e políticos por trás dessa iniciativa.

Eles lembram que atualmente, o frigorífico passa por um momento complicado devido às denúncias de pagamento de propina a políticos brasileiros. Se a cidade crescer em direção ao frigorífico, estas lideranças acham que isso causará problemas para os futuros moradores, pela localização próxima à indústria.

As lideranças recordam que anos atrás, com o crescimento do Bairro Universitário, uma empresa que trabalhava com confinamento de gado próximo ao perímetro urbano, teve que encerrar as atividades, causando desemprego em massa. Para evitar que isso se repita no setor Cristalino, os empresários querem que o projeto seja amplamente debatido com a sociedade.

Veja Também

Policial
  • 29 Setembro 2018
  • Por Inácio Roberto

Veículo furtado localizado em poder de indígena

 CAMPINÁPOLIS - A Polícia Militar foi informada nesta sexta-feira, 28/09, de que havia um veículo Saveiro preta placas de Barra do Garças circulando pelas ruas de Campinápolis. Segundo a queixa, o...