0
0
0
s2sdefault

Pimenta Malagueta

BARRA DO GARÇAS – Neste final de semana, Barra do Garças sediou os polos II e III do Festival de Quadrilhas do Araguaia, o Festrilha 2019.

Seis juninas se apresentaram e deram um verdadeiro show no Porto do Baé, na noite de sábado (22/06).

A Junina Pimenta Malagueta, de Água Boa, estreante no festival, conquistou o segundo lugar no quesito “Melhor Quadrilha” no polo classificatório de Barra do Garças, e garantiu uma vaga para a etapa estadual, que acontecerá entre os dias 17 e 21 de julho, em Rondonópolis.

As disputas no polo de Barra do Garças foram acirradas. Para se ter uma ideia, apenas três décimos de pontos separaram o primeiro do segundo colocado.

 

O resultado final do polo classificatório de Barra do Garças foi o seguinte:

1º Lugar: Brilho Junino (Barra do Garças)

2º Lugar: Pimenta Malagueta (Água Boa)

3º Lugar: Abalantes do Sertão (Barra do Garças)

4º Lugar: Balancê do Cerrado (Nova Xavantina)

5º Lugar: Pirilampos do Vale (Água Boa)

6º Lugar : Flor do Araguaia (Araguaiana)

 

A junina campeã do polo, Brilho Junino, levou ainda a premiação de melhor casal de reis e de melhor marcador.

Tangará da Serra abriu as classificatórias, no dia 15 de junho. Quatro, das seis juninas que se apresentaram foram classificadas para a final. O resultado do polo de Tangará foi:

1º Lugar – Os de Fora (Tangará da Serra)

2º Lugar – Joias do Cerrado (Sorriso)

3º Lugar – Explosão Luverdense (Lucas do Rio Verde)

4º Lugar – Fogo na Saia (Cuiabá)

5º Lugar – Caipiras de Plantão (Tangará da Serra)

6º Lugar – Matutos Caipira (Tangará da Serra)

 

O município de Porto Alegre do Norte será o próximo destino do Festrilha 2019. O evento acontece no dia 29 de junho, e contará com a apresentação das Quadrilhas Juninas Flor do Sertão (Porto Alegre do Norte), Coração Caipira (Porto Alegre do Norte), Beija-Flor (Confresa), Caipiras do Araguaia (Confresa).

A última etapa classificatória e também a grande final acontecerão na cidade de Rondonópolis nos dias 6 de julho (classificatória), e de 17 a 21 de julho (final).

Este ano, 12 juninas devem disputar o prêmio de R$ 19 mil do Festrilha 2019 e uma vaga na etapa nacional.

Realizado há quase duas décadas, o Festival começou em Serra Nova Dourada e hoje já faz parte do calendário cultural de Mato Grosso. Além de manter viva uma tradição Coração Caipira - Campeã Festrilha 2018enraizada nas comunidades, a competição de quadrilhas em municípios diversos movimenta setores importantes para a economia, como o turismo e o comércio, além de manter viva a cultura junina e fazer com que ela sobreviva por gerações, como destaca a presidente da Federação Mato-Grossense de Quadrilha – FMTQ, Rosa Dilma da Silva.

“O pessoal costuma ver a gente como festa. Nós somos cultura pura. Para se ter uma ideia, as quadrilhas juninas trabalham, no mínimo, seis meses no ano. Acaba um festival, eles já estão pensando no tema seguinte e em toda a estrutura. Isso fora a estrutura do evento em si.”

Rosa Dilma destacou ainda a influência do Festrilha para a economia dos municípios que sediam os polos.

“Nós atingimos diretamente os hotéis, lanchonetes, restaurantes, enfim, traz um movimento econômico para as cidades por onde passamos.”

Em 2018, Porto Alegre do Norte sediou a final do Festival. Quinze juninas de todo o estado se apresentaram e competiram pelo primeiro lugar. Mas foi a Junina Coração Caipira quem fez bonito em casa e levou o título de campeã do Festrilha 2018.

Veja Também

Policial
  • 05 Agosto 2019
  • Por Inácio Roberto

Trio flagrado com simulacro de arma

ÁGUA BOA = A Polícia Militar foi acionada neste domingo por uma mulher que se dizia ameaçada por dois homens e uma mulher. A guarnição se deslocou até a casa da vítima no Bairro Vila Nova e ela...