• Informativo Camara
  • HVA
  • Brasil Escolar

         

0
0
0
s2sdefault

ATUALIZADA DIA 07/11/2018

 

NOVA NAZARÉ – A ponte de concreto do Rio Borecaia deve ficar pronta no primeiro semestre de 2019. Com data para ser entregue em março, a construtora prevê atraso no cronograma devido ao período de chuvas.

A ponte é esperada pela população de Nova Nazaré e do Araguaia, que terá fácil acesso ao estado de Goiás. A ponte substituirá a antiga estrutura de madeira sobre o Rio Borecaia entre Nova Nazaré e Cocalinho, distantes 112 km.

A obra é uma demanda de longa data, constantemente cobrada pela prefeitura de Nova Nazaré, devido à insegurança do tráfego pela estrutura de madeira. A previsão para o término da obra, seria para março de 2019.

Mas segundo o engenheiro Matheus Francisco Beal, da construtora Rivoli SPA do Brasil, responsável pelo empreendimento, é possível haver atraso devido às chuvas. Outro fator é a troca de governo, quando uma auditoria definirá quais obras serão priorizadas.

Localizada na MT-326, a estrutura possibilita um acesso seguro a Goiás, conectando Nova Nazaré com Cocalinho através da ponte sobre o Araguaia. O trajeto é de grande influência para a região leste de Mato Grosso. A influência da chamada rodovia do Calcário é marcada por seu caráter de escoamento da produção agropecuária da região.

A ponte do Borecaia terá 190 metros de comprimento, compostos por 62 vigas de concreto. As estruturas ainda estão sendo fabricadas em Cuiabá. Até o momento a obra segue finalizando a fundação da ponte.

A obra compõe um contrato de 2013, que só teve recurso liberado recentemente, no governo de Pedro Taques. A obra sobre o rio Borecaia custa R$ 12.525.000,00

 

================================ 

 

Vigas NN 2 net

 NOVA NAZARÉ – O secretário de obras do município, Ivanir José de Oliveira, confirmou a chegada neste final de semana, de 3 carretas transportando seis vigas para a futura ponte de concreto do Rio Borecaia.

A ponte está sendo construída na MT-326 que liga Nova Nazaré com Cocalinho. Trata-se de antiga reivindicação da comunidade regional. A estrutura de madeira sofria a cada enchente, deixando a região muitas vezes ilhada.

O governo do Estado não enviou nota sobre o assunto. A passagem das carretas carregadas com vigas enormes foi notícia neste domingo. O secretário Ivanir informa ainda que a ponte do Borecaia tem 12 pilares cuja obra ainda está nos fundamentos.

Somente depois, serão colocadas as vigas de suporte.