• H Cancer MT
  • Brasil Escolar
0
0
0
s2sdefault

Foto: Moisés da Balsa

ATUALIZADA IDA 24/02 

NOVA NAZARÉ – O nível das águas do Rio das Mortes na região da Balsa entre Nova Nazaré e Cocalinho caiu mais de 35 centímetros nas últimas 24 horas.

Agora pela manhã, Claudina Carlos da Silva assinalou que o Rio das Mortes está com 5 metros e 79 centímetros, depois de atingir quase 6,90 no final de semana passado.

 

 

 

=============== 

 

ATUALIZADA DIA 22/02 

NOVA NAZARÉ – O Rio das Mortes continua baixando seu nível de águas na região da Balsa entre Nova Nazaré e Cocalinho.

A informação é de Claudina Carlos da Silva, esposa do vereador Moisés da Balsa. Nas últimas 24 horas, o rio perdeu 25 centímetros de volume.

Esta manhã, o Rio Manso media 6 metros e 35 centímetros, depois de chegar a quase 6,90 no final de semana.

 

 

=================

 

ATUALIZADA DIA 21/02 

NOVA NAZARÉ – O Rio das Mortes continua baixando seu nível de águas na região da Balsa entre Nova Nazaré e Cocalinho. A informação é do vereador Moisés da Balsa.

De ontem para hoje, o rio caiu quase 20 centímetros.

Esta manhã, o Rio Manso media 6 metros e 60 centímetros, depois de chegar a quase 6,90 no final de semana.

Trata-se da maior marca alcançada pelo rio nesta época de chuvas. As balsas operam normalmente.

 

 

======================= 

 

ATUALIZADA DIA 20/02 

NOVA NAZARÉ – O Rio das Mortes na região da Balsa entre Nova Nazaré e Cocalinho perdeu um pouco de água nas últimas horas.

Agora pela manhã, o vereador Moisés da Balsa informou que o rio está com 6 metros e 79 centímetros. Com a diminuição das chuvas, a tendência é de que o Rio Manso começe a perder o volume de água.

As balsas continuam operando normalmente no Rio Manso. Trata-se da maior enchente nessa época de chuvas. Nos últimos dois anos, a maior cheia tinha atingido 6,70.

 

======================

 

ATUALIZADA DIA 19/02 

NOVA NAZARÉ – O Rio das Mortes na região da Balsa entre Nova Nazaré e Cocalinho subiu mais um pouco nas últimas horas.

Agora pela manhã, o vereador Moisés da Balsa informou que o rio está com 6 metros e 87 centímetros. Se continuar chovendo, a tendência é de que as águas continuem subindo.

As balsas continuam operando normalmente no Rio Manso. Trata-se da maior enchente nessa época de chuvas. Nos últimos dois anos, a maior cheia tinha atingido 6,70.

 

 

==================

ATUALIZADA DIA 17/02 

NOVA NAZARÉ – O Rio das Mortes na região da Balsa entre Nova Nazaré e Cocalinho subiu muito pouco de ontem para cá.

A informação é do vereador Moisés da Balsa. Agora pela manhã, o Rio das Mortes media 6 metros e 65 centímetros, um aumento de apenas 3 centímetros nas últimas 24 horas.

Trata-se da maior enchente do rio nessa época de chuvas. Nos últimos dois anos, a maior cheia tinha atingido 6,70.

Se continuar chovendo nesta sexta-feira, certamente as águas continuarão subindo.

 

=======================

 

ATUALIZADA DIA 16/02

NOVA NAZARÉ – O Rio das Mortes na região da Balsa entre Nova Nazaré e Cocalinho continua subindo. A informação é do vereador Moisés da Balsa.

Agora pela manhã, o Rio das Mortes media 6 metros e 62 centímetros. Trata-se da maior enchente do rio nessa época de chuvas.

Nos últimos dois anos, a maior cheia tinha atingido 6,70.

Como continua chovendo nesta quinta-feira, certamente as águas continuarão subindo. 

Pesqueiros ribierinhos ao rio já começam a ser tomados pelas águas das cheias.

As fotografias foram feitas na manhã desta quinta-feira (16/02) pelo vereador Mosiés da Balsa.

{cwgallery}

====================== 

 

 

ATUALIZADA DIA 15/02 - 

NOVA NAZARÉ – O rio das Mortes continua subindo na região da Balsa entre Nova Nazaré e Cocalinho.

A informação é do vereador Moises da Balsa. Agora pela manhã, o rio das Mortes estava com 6 metros e 46 centímetros. A travessia da balsa continua sendo realizada pelas balsas.

 

=============

 

ATUALIZADA DIA 14/02

NOVA NAZARÉ – O rio da Mortes na região da balsa entre Nova Nazaré e Cocalinho continua subindo após as últimas chuvas.

O vereador Moisés da Balsa disse que hoje, terça-feira, o Rio das Mortes está com 5 metros e 87 centímetros.

 

======================= 

 

 NOVA NAZARÉ – Com as intensas chuvas das últimas horas, o Rio da Mortes na região da balsa entre Nova Nazaré e Cocalinho subiu ontem a noite até 5 metros e 28 centímetros, mas já baixou 23 centímetros nas últimas horas.

A informação é do vereador Moisés da Balsa. Ele afirmou que a maior cheia foi em 2.004, quando o rio atingiu 9 metros e 15 centímetros, desalojando todos os moradores ribeirinhos.

Nos últimos dois anos, o rio subiu até a marca de 6 metros e 70 centímetros. Segundo ele, nesse ano, as chuvas ainda estão abaixo da média.

Add a comment
0
0
0
s2sdefault

QUERÊNCIA - A Secretaria de Assistência Social prorrogou até sexta feira dia 25, as inscrições para o Carna Querência 2017. Interessados em inscreverem seus blocos ou participar do concurso de rei momo ou rainha do carnaval, devem se dirigir ate a Assistência Social, no setor B. haverá premiação para os melhores blocos e para o rei momo e rainha do carnaval.

Add a comment
0
0
0
s2sdefault

QUERÊNCIA – Os assentamentos P.A Roncador de Confresa, P.A Pingos D’água em Querência e P.A Macife em Bom Jesus do Araguaia ainda estão embargados pelos órgãos ambientais.

A última alegação dos órgãos para o embargo foi a falta do CAR – Cadastro Ambiental Rural. Porém, em 2015 todos os assentamentos foram comunicados da obrigatoriedade e foram tomadas as providências Essa inscrição é obrigatória para todos os imóveis rurais do país, ou seja, é o primeiro passo para a regularização ambiental, além de dar acesso à benefícios previstos no Código Florestal.

O P.A. Roncador em Confresa tem 1.129 famílias; No P.A. Pingos D’água, em Querência são 524 famílias. O P.A. Macife, em Bom Jesus do Araguaia conta com 1.143 famílias. O processo está empacado desde 2015, porque até hoje nenhum órgão ambiental soube precisar de quem é a competência para resolver a regularidade das terras. O problema é que Incra, Ibama e Sema não sabem apontar quem é o órgão fiscalizador das áreas rurais.

Add a comment
0
0
0
s2sdefault

NOVO SANTO ANTONIO - O município de Novo Santo Antonio no Rio das Mortes, está quase isolado, sem estradas de acesso que estão tomadas pelas águas. A região faz parte do chamado Pantanal do Araguaia e nesta época, rios e córregos motivados pelas enchentes invadem as várzeas e baixios.

O bioma predominante é o cerrado. Porém, o município localiza-se na transição do cerrado e da floresta amazônica, apresentando um mosaico de vegetações nativas como os varjões que são as planícies alagáveis.

O trecho de 56 km que liga Novo Santo Antonio a Serra Nova Dourada estava inserido no extinto programa estadual MT Integrado, do governo de Silval Barbosa. Na época, o governo prometia asfaltar a rodovia. A, o Pró-Estradas do governador Pedro Taques não promete asfalto por enquanto.

Add a comment
0
0
0
s2sdefault

Foto: Corpo de Bombeiros BARRA DO GARÇAS - Três casas foram atingidas por um deslizamento de terra na última terça-feira (14), em Barra do Garças. Segundo o Corpo de Bombeiros, as residências foram construídas na beira de um morro no Bairro Dom Aquino. Não houve registro de feridos por causa do deslizamento.

De acordo com os bombeiros, os locais atingidos foram interditados e a região teve que ser isolada por questões de segurança.

As casas foram construídas em uma região de serra, paralelamente a um muro. Conforme os bombeiros, o deslizamento ocorreu após a grande quantidade de chuva que atingiu Barra do Garças. A força da água fez com que o muro cedesse e a terra atingisse as residências.

Os moradores foram retirados em segurança e orientados pelos bombeiros. Segundo os militares, as casas foram atingidas por quase cinco metros cúbicos de terra.

 {cwgallery}

Add a comment
0
0
0
s2sdefault

Foto: Marcelo Mathia REDENÇÃO/PA – O abandono da BR-158 no Estado do Pará é visível. A rodovia é a única via de escoamento da soja produzida nas regiões Xingu e norte Araguaia.

O caminhoneiro Marcelo Mathias viajou ontem pela região, e encontrou vários problemas graves, principalmente nas pontes. O pior trecho é entre Casa de Tábuas e Redenção.

As pontes foram construídas há muito tempo e não recebem reparos. O caminhoneiro critica o abandono por parte do governo federal dessa importante rodovia que liga com os portos do norte do país.

Com a internet e as redes sociais, fica mais fácil o brasileiro contar suas histórias de luta, mostrando a fotografia desses problemas de infraestrutura.

 {cwgallery}

Add a comment