• Eletrofase
  • Anuncie
  • Brasil Escolar
0
0
0
s2sdefault

Hoje, às 20:00 horas embarcamos para o Camboja e amanhã estaremos andando por Angkor Wat, um lugar que aparece muito em programas do tipo: Alienígenas do Passado e onde foi rodado o filme Tomb Rider.

Hoje ainda vamos até o Buda Gigante é um outro templo, pelo qual já pagamos ontem.

Interessante falar um pouco da megaestrutura de circulação das pessoas no centro de Bangkok. Na verdade, como disse anteriormente, é difícil não ficar impressionado, principalmente com a quantidade de pessoas circulando, que sem essas passarelas, o trânsito ficaria impraticável, ou a circulação de carros ficaria caótico. Poucas buzinas, mas muitos carros e TUC TUCS.

Na Kao San Rd, rua com muitos comércios mais simples, mas que de noite se transforma e onde boa parte dos turistas se dirige. Muitos barzinhos, muita agitação. Tem muitas tendas de massagem dos pés e ficam dezenas de pessoas deitadas em umas cadeiras, com massagista por pessoa massageando.

Observei e não experimentei, mas pelas carinhas satisfeitas dos orientais, a massagem deve ser muito boa.

03 Diario de Bordo Asia Bangkok 7A Tailândia é uma monarquia constitucional, por meio do qual o primeiro ministro é o chefe de governo e o monarca hereditário é o chefe de estado E por onde você anda tem fotos do monarca em prédios públicos, em avenidas, ruas, quase uma adoração pelo Rei.

É o segundo país que visito e que é uma monarquia (primeiro foi Jordânia). Mas na Jordânia a adoração ao Rei era bem mais evidente do que se observa em Bangkok.

03 Diario de Bordo Asia Bangkok 2Bem, pela necessidade de retirar as mochilas dos quartos e os preparativos, os passeios de hoje foram cancelados porque o mais importante é não perder o voo para Siem Reap – Camboja.

É assim, nem sempre as coisas acontecem como deveria, mas como precisa, juntamos tudo e vamos para o aeroporto.

O Aeroporto, mais uma vez impressiona, pela organização, beleza e grandeza.

Tudo é muito grande e cheio de gente. Os painéis anunciam as movimentações em Ingles, Tailandês e Chinês, aliais os chineses dominam o aeroporto, pensem num povo que viaja. Nas ruas da Tailândia, sempre que se vê orientais com roupas engraçadas, diferentes e delicadas, é mais um grupo de chineses e como andam, sempre certinhos, sem algazarras, buscando conhecimento, focados no aprender.

Já no aeroporto, depois de andar bastante, estamos no portal de embarque qu03 Diario de Bordo Asia Bangkok 3e está muito lotado.

Os anúncios são todos em Chinês e Tailandês, nessas condições precisamos ficar atentos aos painéis, pois a única coisa que entende é quando dizem “obrigado” em chinês. Interessante como regras de padronização geral dos aeroportos mundo a fora, nos permite se localizar, mesmo que não se entende uma só palavra dos anúncios que não param, sempre aquela voz fininha que fala, fala e fala, sem nada se fazer entender por nós.

Expectativa é grande. Siem Reap, pelo que li não é muito grande, se comparado a outras cidades, mas estando na Ásia, nada é muito pequeno. Pelo que entendi os preços são muito baixos (comida, bebida e passeios).

Chegamos a Siem Reap, pro hostal (albergue) nossa primeira experiência desse tipo na nessa viagem. O lugar limpinho, bem construído, com varias camas no mesmo quarto, banho conjugado. Os calçados não entram no quarto. Ficar num albergue é sempre um desafio à sua zona de conforto, pois precisa de criatividade para deixar tudo na mão, já que chegou no banho, difícil voltar e pegar algo, tudo precisa estar à mão.03 Diario de Bordo Asia Bangkok 6

Saímos na cidade, a rua mais badalada está aqui do lado, a Pub Street. Saímos e logo vemos uma placa, cerveja U$ 0,50. Pratos bacanas é bem feitos de U$ 4,00 a U$ 10,00, em Restaurantes para turistas, imagina onde não é!

A rua é impressionante pela quantidade de casas de massagem, preços que variam entre U$ 4,00 a U$ 12,00 (dólar a R$ 3,21). Caminhamos um pouco, mas é um pouco chato pela quantidade de pessoas que oferecem coisas de todo tipo, a preços que mais parecem piada. Sorte que de mochila, nada da para levar, então já não se perde tempo com comprar coisas.

Chegarmos eram 23 horas e já me apaixonei pela cidade.

Elton Iappe

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.